top of page

BLOQUEIO DA EUROPA: NOVAS REGRAS PARA O CORONAVÍRUS PAÍS A PAÍS

Em https://www.bbc.com/news/explainers-53640249


Tradução: Fábio Galvão Brito


Revisão: Lara Santos de Oliveira


Medidas para lidar com surtos de coronavírus estão sendo introduzidas em toda a Europa.


Muitos envolvem a reintrodução de restrições que foram atenuadas após os bloqueios iniciais.


Espanha: bloqueio de Madrid

Um novo bloqueio em partes da capital e bairros vizinhos, imposto pelo governo local, afeta cerca de um milhão de pessoas.


As pessoas podem deixar sua área local apenas para ir ao trabalho, à escola ou para receber cuidados médicos. As reuniões sociais são limitadas a seis, os parques públicos estão fechados e as empresas têm de fechar às 22:00.


Em 1º de outubro, o governo espanhol ordenou o bloqueio de toda a região de Madri.


Segundo o plano - rejeitado pelas autoridades locais como legalmente inválido - os residentes não seriam autorizados a sair ou visitantes a entrar na região, a menos que a viagem fosse essencial. Parques e parques infantis seriam fechados e as reuniões sociais seriam limitadas a seis pessoas.


O governo deu 48 horas para que as medidas sejam implementadas, mas ainda não está claro se elas entrarão em vigor.


As máscaras devem ser usadas por qualquer pessoa com mais de seis anos em todas as formas de transporte público e espaços públicos internos.


A maioria das regiões da Espanha também tornou as máscaras obrigatórias ao ar livre.


Holanda: restrições nas principais cidades


As autoridades holandesas estão introduzindo novas medidas a partir de 29 de setembro, depois que o número de infecções diárias atingiu o nível mais alto desde o início da pandemia.


As máscaras terão que ser usadas nas lojas nas principais cidades e restaurantes e bares terão que fechar até 2.200 em todo o país.


As empresas devem registrar os detalhes de contato dos clientes e é recomendável trabalhar em casa. As reuniões sociais dentro das casas das pessoas não devem exceder três pessoas. Não pode haver espectadores em eventos esportivos.


As medidas vão ficar em vigor por pelo menos três semanas.


Medidas anteriores, como o uso de máscaras nos transportes públicos, também continuarão a ser aplicadas. As autoridades locais podem implementar suas próprias medidas adicionais.


França: 22:00 horário de fechamento para restaurantes e bares


Bares e restaurantes fecham às 22h em 11 cidades, incluindo Paris. Em Marselha, eles tiveram que fechar completamente por 15 dias.


As reuniões são limitadas a 10 pessoas e as recepções de casamento, festas de estudantes e outras reuniões organizadas em locais contratados são proibidas.


Após novos surtos em julho, o governo francês tornou a cobertura facial obrigatória em espaços públicos fechados.


As máscaras faciais devem ser usadas ao ar livre em Paris e arredores por qualquer pessoa com 11 anos ou mais. Centenas de outros municípios em toda a França seguem a mesma regra, incluindo Toulouse, Nice, Lille e Lyon.


As máscaras também devem ser usadas na maioria dos locais de trabalho.


Alemanha: novas regras para pessoas que chegam de países de alto risco


A proibição de grandes eventos na Alemanha - como festivais públicos, eventos esportivos com espectadores e concertos - foi estendida até o final do ano. A nova temporada de futebol da Bundesliga decorre à porta fechada.


Os testes em aeroportos são obrigatórios para pessoas que chegam de países de alto risco. Mas, a partir de 1º de outubro, esses viajantes terão que se isolar por 14 dias.


As pessoas que não usarem coberturas faciais em lojas ou no transporte público pagam uma multa mínima de 50 euros (por volta de 46 libras).


As autoridades alemãs concordaram em introduzir novas medidas nas regiões onde a taxa de infecções é alta. As reuniões públicas serão limitadas a 50 pessoas e as privadas a 25. As pessoas que não deixarem os dados corretos de identidade em restaurantes e bares serão multadas.


Itália: boates fechadas


Na Itália, as autoridades ordenaram o fechamento de todos os locais de dança e casas noturnas.


As máscaras também devem ser usadas das 18h00 às 06h00 em todos os espaços públicos onde o distanciamento social não é possível.


Nas escolas, as máscaras são obrigatórias para todas as crianças com mais de seis anos de idade quando se deslocam pelo prédio da escola.


Dinamarca: os bares devem fechar mais cedo


A Dinamarca foi um dos primeiros países da Europa a reabrir escolas em abril.


No entanto, no final de agosto, o número de casos começou a aumentar acentuadamente.


O governo respondeu tornando as máscaras obrigatórias nos transportes públicos.


Em Copenhague e arredores - que tiveram um aumento no número de casos - bares, restaurantes e casas noturnas devem fechar às 22h.


Festas privadas e encontros como casamentos devem terminar na mesma hora e máscaras devem ser usadas em restaurantes, bares e cafés.


Bélgica: volta dos fãs de futebol

Na capital belga, Bruxelas, o uso de máscara facial deixará de ser obrigatório em todas as áreas públicas, a partir de 1 de outubro.


No entanto, coberturas faciais ainda serão "fortemente recomendadas" em locais onde uma distância de 1,5m não pode ser garantida.


No entanto, outras novas medidas foram introduzidas em Bruxelas: cafés e bares têm de fechar até 2300 e outras lojas que vendem comida e bebida até 2200. Comer em mercados de rua agora é proibido.


As boates permanecem fechadas e nenhum grande evento, como festivais, é permitido.


Os torcedores de futebol podem retornar aos estádios, mas apenas com uma fração da capacidade e devem usar máscaras.


Portugal: encontros menores


À medida que os alunos regressam à escola e alguns trabalhadores regressam aos seus escritórios, novas restrições foram aplicadas a partir de 15 de setembro.


Isso inclui o fechamento de estabelecimentos comerciais até as 23h e a limitação de encontros a um máximo de 10 pessoas.


Grécia: novas medidas em Atenas


As máscaras são agora obrigatórias em todos os espaços públicos internos e em todos os transportes públicos na Grécia.


Em setembro, restrições mais rígidas entraram em vigor na região da Ática, que inclui Atenas: máscaras faciais precisam ser usadas no trabalho e em todos os locais lotados ao ar livre.


Também houve outras restrições locais introduzidas em algumas das ilhas gregas, e testes gratuitos no local foram oferecidos às pessoas que chegam ao continente dessas ilhas específicas.


República da Irlanda: Não há refeições em ambientes fechados em Dublin


Na capital Dublin, jantar em restaurante coberto foi proibido em 19 de setembro por três semanas e todas as viagens não essenciais desencorajadas, após um aumento nos casos recentes.


As visitas sociais a casas na Irlanda, tanto internas quanto externas, são limitadas a seis visitantes de, no máximo, três famílias.


As reuniões ao ar livre são limitadas a 15 pessoas.


Os maiores de 70 anos estão sendo novamente solicitados a ficar em casa o máximo possível, e as pessoas estão sendo incentivadas a trabalhar em casa, se possível.


Também houve bloqueios locais - o do condado de Kildare foi estendido até setembro.


Suécia: medidas de bloqueio não impostas


Não houve bloqueio na Suécia, mas, de acordo com os conselhos do governo, a maioria das pessoas respeitou o distanciamento social voluntário e começou a trabalhar em casa sempre que possível.


O país proibiu encontros de mais de 50 pessoas e pediu que pessoas com mais de 70 anos se isolassem - mas lojas, bares, restaurantes e academias permaneceram abertos.


O número de novas infecções está aumentando novamente, mas não tanto quanto em algumas outras partes da Europa.


As autoridades não descartaram restrições futuras, mas por enquanto os negócios permanecem abertos e as máscaras não são recomendadas.

11 visualizações0 comentário

コメント


Post: Blog2_Post
bottom of page